Os quatro primeiros jogos da segunda mão dos oitavos de final foram recheados de bons momentos. Em Espanha, Valencia e Atalanta encontraram-se numa partida jogada à porta fechada, devido ao Covid-19.

As diretivas da UEFA vão no sentido de que os jogadores não se possam cumprimentar no início do jogo. As formações cumpriram a ordem, mas, assim que o árbitro fez soar o último apito, a troca de abraços e de cumprimentos foi automática.

A Atalanta acabou por vencer por 4-3, colocando o agregado da eliminatória em 8-4, o que confirmou uma inédita presença da equipa nos quartos de final da prova.

Na Alemanha, José Mourinho voltou a ter o seu Tottenham em noite não. A equipa inglesa trazia uma desvantagem de Londres, e acabou por não conseguir lidar com o Leipzig.

Tal como aconteceu com a Atalanta, também o Leipzig fez história, conseguindo a primeira qualificação para os oito melhores da Europa. Motivo para os adeptos alemães se recordarem desta noite, que não correu tão bem a Mukiele. O jogador da equipa de Julian Nagelsmann levou com uma bola na cara, e ficou visivelmente maltratado.

 
Um 

Um dia depois, em Liverpool, o campeão europeu em título recebia o Atlético de Madrid de João Félix.

Grande partida, e recheada de grandes momentos, bem como um Oblak a protagonizar mais uma excelente exibição.

Ainda antes da partida, Jurgen Klopp e Diego Simeone protagonizaram momento curioso. O cumprimento dos treinadores foi ligeiramente diferente, seguindo as recomendações da UEFA relativamente ao Covid-19.

O PSG também precisava de vencer, depois de ter perdido por 2-1 em Dortmund.

A partida foi dominada pelos franceses, e quando o jogo caminhava para o fim, os ânimos exaltaram-se, depois de uma jogada que envolveu Neymar.

/ AG