Cristiano Ronaldo vai assumir os quatro delitos fiscais que lhe são imputados em Espanha no próximo dia 14 de janeiro, data para a qual foi marcada uma audiência, de acordo com a informação adiantada nesta sexta-feira pelo jornal AS.

O internacional português já avançou para o pagamento da multa junto do fisco espanhol, mas agora terá de declarar formalmente a sua culpa.

O advogado de Cristiano Ronaldo, José Antonio Choclán, pretende também que a pena de prisão de dois anos seja trocada por uma multa de 375 mil euros.

O jogador português é acusado de defraudar o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros, durante o período em que jogava no Real Madrid.