Na edição desta segunda-feira do programa Mais Bastidores, os comentadores da TVI24, Luís Vilar e Nuno Dias, analisaram a polémica em torno das arbitragens, que ganhou novos contornos depois do empate do FC Porto contra o Belenenses.

Francisco J. Marques, diretor de comunicação dos azuis e brancos publicou um tweet em que aludia a uma alegada ilegalidade no golo do Belenenses. Já no final do jogo, Sérgio Conceição viria a afirmar que este pode ser um campeonato a três, incluindo as equipas de arbitragem nas contas.

Para Luís Vilar, esta é uma estratégia que faz parte da pressão sobre os árbitros, e que todos os anos é exercida, por todas as equipas.

Pressionar a arbitragem funciona”, afirmou.

 

Uma derrota que não abala

Outro dos temas em conversa foi a última jornada do campeonato brasileiro, da qual o Flamengo, de Jorge Jesus, saiu derrotado por 4-0. Em visita ao Santos, o mengão, em regime de poupança, perdeu a derradeira partida do Brasileirão.

Com o Campeonato Mundial de Clubes em vista, os comentadores do Mais Bastidores consideram que esta é uma derrota que não vai ter consequências no desempenho da equipa.

Derrota do Flamengo? É festa a mais”, referiu Luís Vilar.

 
 
/ AG