Uma melodia cativante, um refrão fácil e uma boa dose de humor britânico é a receita de “Football is Coming Home” [O futebol vai regressar a casa], a música que simboliza as expectativas dos adeptos de Inglaterra no Euro 2020. 

Gravada para o Euro 1996, a profecia de a taça chegar ao país que inventou o futebol poderá concretizar-se 25 anos depois, embora o guarda-redes da Dinamarca, que hoje defronta Inglaterra na meia-final, tenha questionado o pressuposto.

Já alguma esteve em casa? Alguma vez ganharam [o campeonato europeu de futebol”, questionou, com um sorriso provocador, Kasper Schmeichel, na conferência de imprensa de terça-feira, lembrando que Inglaterra só venceu o Mundial de 1966. 

A Dinamarca foi campeã europeia em 1992.

Embora o verdadeiro título seja “Three Lions”, a canção é conhecida pelo refrão, “It’s Coming Home”, que tem ecoado no estádio de Wembley, bares e ruas de Inglaterra para celebrar as vitórias da equipa de Gareth Southgate.

Escrita a pedido da Federação Inglesa de Futebol em 1996, quando o Europeu se realizou em Inglaterra, foi composta pelo grupo de ‘britpop’ Lightning Seeds e interpretado em conjunto com dois comediantes, David Baddiel e Frank Skinner.

Em vez de um encorajamento audacioso e nacionalista, o tom é sobretudo satírico, refletindo sobre as esperanças e as desilusões que fazem parte do futebol.  

Trinta anos de dor / nunca me impediram de sonhar/ tantas piadas, tanta chacota/ mas todos aqueles 'oh, quase’ / acabam por pesar/ ao longo dos anos", diz a letra. 

Por infelicidade, acabou por simbolizar na perfeição o desempenho da seleção inglesa de 1996, liderada por Alan Shearer e Paul Gascoigne que capitulou nas meias-finais frente à Alemanha (1-1, 6-5 nas grandes penalidades). 

Por ironia, o resultado foi ditado por um penálti falhado por Gareth Southgate, o atual selecionador nacional.

Este foi único tema dos Lightning Seeds que chegou ao primeiro lugar da lista de vendas e o vocalista Ian Broudie explicou hoje à BBC Radio 6 porque é tão popular.

Captura uma emoção muito estranha, porque é ótima para cantar quando se ganha e é ótima para cantar quando se espera ganhar”, resumiu. 

O estatuto da música é refletido pela forma como tem sido referida até pelas principais personalidades britânicas, incluindo pela família real.

Juntamente com os votos de "boa sorte” expressados através da rede social Twitter, o príncipe Carlos, herdeiro da coroa, incluiu hoje um vídeo da banda militar Band of the Coldstream Guards interpretando “Three Lions”. 

Na sua mensagem de apoio antes do jogo desta noite, o primeiro-ministro, Boris Johnson, elogiou Gareth Southgate e a seleção da Inglaterra pelo orgulho que estão a trazer ao país, rematando: “Tragam-na para casa!”

/ MJC