Jorge Jesus está nas bocas de todos os brasileiros. O país rendeu-se ao treinador português, depois da vitória por 2-1 frente aos argentinos do River Plate, na Taça Libertadores.

A par com os resultados, talvez seja mesmo a genuinidade do português que esteja a conquistar os brasileiros. O treinador não esqueceu as origens e envergou uma bandeira de Portugal às costas enquanto recebia a medalha, com a emoção à flor da pele.

Após o jogo, o técnico subiu ao palanque montado no relvado do Estádio Monumental de Lima, no Peru, e não conteve algumas lágrimas.

Nas declarações após o jogo, agradeceu mesmo o apoio do “povo português”.

O treinador parece ter conquistado, em primeiro lugar os jogadores e não foi poupado, ainda em pleno estádio, na hora da festa. Jesus levou uma valente molha, com os jogadores a virarem um bidão de uma bebida energética sobre ele, enquanto entoavam o cântico «Olé, mister!».

Já no balneário, Jorge Jesus andou pelos ares e de mão em mão, com os jogadores a fazerem a festa e erguerem o treinador em braços.

Se não houvesse uma boa gafe, nem estaríamos a falar de Jorge Jesus e a festa deste sábado foi tão grande que o treinador se baralhou com as contas. Em causa, o número de finais que já disputou na carreira e o número de vitórias nesses jogos decisivos.

/ MM