Nuno Dias e Rui Pedro Braz analisaram esta quinta-feira, no programa Mais Bastidores, a atualidade desportiva em Portugal e deram grande destaque à vitória do FC Porto contra o Marselha, que (quase) garantiu uma passagem para a fase de eliminação da Liga dos Campeões.

FC Porto apura-se de costas e ao pé coxinho contra um Marselha deplorável com 0 golos marcados”, sublinha Rui Pedro Braz, reiterando que, com maior ou menor dificuldade na gestão financeira e nas contratações, os dragões “estão a dar chocolate na competição”.

Rui Pedro Braz revelou que é habitual ver o FC Porto “ a passear” nestas fases de grupo e afirma que é, neste momento e há 3 décadas, a equipa com mais destaque na Champions.

Custa aos adeptos do Benfica ouvir isto, mas a equipa por excelência do futebol português na Europa é o FC Porto”, afirma o comentador.

Outro tema avançado pelo painel do programa foi a reunião entre Luís Filipe Vieira e a administração do Santos para a transferência de Lucas Veríssimo. Nuno Dias explica que em cima da mesa estava uma proposta de empréstimo com opção de compra, mas isso não convenceu os paulistas.

“Essa opção teve um parecer negativo do Santos porque o clube está numa situação delicada e precisa de dinheiro já”, explica Nuno Dias.

A viagem do presidente do Benfica iniciou-se esta quarta-feira e Vieira espera não sair do Brasil sem ter um contrato com o defesa, atual capitão de equipa do Santos.

Adivinha-se um mercado de transferências movimentado em janeiro e uma dessas novidades pode mesmo vir a ser a vinda de Matheus Reis para o Sporting.

De acordo com os comentadores, o lateral-esquerdo quer sair do Rio Ave e é, inclusive, alvo de um processo disciplinar por ter tentado forçar uma transferência para o Olympiakos - avaliada em 2 milhões de euros.

Segundo Nuno Dias, as boas relações entre o clube de Alvalade e o Rio Ave pode facilitar a negociação de Matheus Reis, um negócio que poderá ser feito por um milhão e meio de euros.