Uma publicação de Cristiano Ronaldo no Instagram, a reeleição de Luís Filipe Vieira como presidente do Benfica, a polémica entre Pinto da Costa e Varandas e o prejuízo recorde apresentado pela SAD azul e branca são os temas fortes desta quinta-feira e foram debatidos no "Mais Bastidores", por Rui Pedro Braz e Nuno Dias.

Cristiano Ronaldo explicou que nunca quis dizer que os testes de despiste para a covid-19, chamados PCR, não eram eficazes ou um bom método de teste quando publicou no instagram: “PCR is bullshit”.

O internacional português revelou que queria dizer que está cansado de testar positivo e não poder realizar a sua vida.

Rui Pedro Braz compreende a frustração de CR7 e explicou que o teste de despiste “é um péssimo teste de cura”.

Ele não disse, mas eu digo: o PCR é uma treta”, referiu.

 

Luís Filipe Vieira venceu as eleições do Benfica com mais de 62% dos votos.

O presidente das águias conseguiu ter quase o dobro da votação do segundo candidato, Noronha Lopes, e mais votos do que todas as outras listas.

Rui Pedro Braz lembra que, apesar de Noronha Lopes ter tido um lugar de destaque nas redes sociais, o mundo digital não é a vida real.

As redes sociais não são um espelho da realidade”, lembrou.

 

Pinto da Costa vs Varandas: presidente do FC Porto abre processo por difamação

A polémica ente Pinto da Costa e Frederico Varandas começou quando o presidente do FC Porto disse que Varandas prestava “um grande serviço ao Sporting” caso “se dedicasse à medicina”.

O presidente dos leões respondeu, dizendo que “um bandido será sempre um bandido”.

Pinto da Costa já anunciou que vai dar início a um processo por difamação contra Varandas.

Nuno Dias considera que, em Portugal, apesar de alguns interesses comuns “a relação entre presidentes sempre foi complicada”.

SAD do FC Porto com prejuízo de 116,6 milhões de euros

A SAD do FC Porto teve o maior prejuízo da história do clube na temporada 2019/20.

Os dragões divulgaram o Relatório de Costas e apresentaram um prejuízo de 116,6 milhões de euros.

Rui Pedro Braz lembra que o clube ainda está a ser intervencionado pela UEFA, devido ao incumprimento do fair-play financeiro, e questiona-se como irá o FC Porto estabilizar as contas.

Estas contas são absolutamente catastróficas”, garantiu.

 

Nuno Mandeiro