A venda de Rúben Dias pelo Benfica ao Manchester City entra diretamente para o segundo lugar das maiores de sempre em Portugal. O valor da transferência só é suplantado pela venda de João Félix ao Atlético de Madrid, feita por 126 milhões de euros. O central português custa 68 milhões de euros ao clube inglês, num negócio que pode chegar aos 71 milhões de euros mediante objetivos.

Em sentido inverso vem o argentino Otamendi, que já representou o FC Porto. O central vem avaliado em 15 milhões de euros, numa transferência incluída no negócio de Rúben Dias.

Para o comentador do Mais Transferências, Rui Pedro Braz, este é um negócio que permite ao Benfica um importante encaixe financeiro, sobretudo depois do falhanço no acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.

O comentador da TVI24 revelou que o Manchester City vai suportar dois terços do salário do argentino durante os primeiros dois anos de contrato com o Benfica. Esta foi a solução alcançada para que o clube da Luz conseguisse contratar Otamendi.

Este mercado de transferências o Benfica chegou aos 100 milhões de euros de investimento, um número recorde no futebol português. Mas os encarnados não devem ficar por aqui, e o nome de Rúben Semedo continua a ser o preferido de Jorge Jesus.

O Olympiacos só aceita falar depois de garantir o apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões, pelo que o negócio está congelado.

SC Braga blinda central

O Sporting de Braga "blindou" o central David Carmo. O jogador é um dos pilares da defesa de Carlos Carvalhal, e a direção bracarense negou uma tentativa de contratação por parte da Roma de Paulo Fonseca.

Segundo Rui Pedro Braz, o clube italiano tentou um empréstimo com taxa de dois milhões de euros e com uma cláusula de compra obrigatória por 15 milhões de euros por 60% do passe.

Mas o SC Braga está na corrida por mais um central, e Toni Borevkovic é o eleito de Carlos Carvalhal, treinador que trabalhou com ele na época passada no Rio Ave.

Alex Telles vai ou fica?

O nome de Alex Telles continua a ser insistentemente apontado ao Manchester United, mas o negócio continua por ser confirmado. Para Rui Pedro Braz, o lateral-esquerdo deve mesmo rumar a Old Trafford, mas em cima da mesa continua outra possibilidade.

O comentador do Mais Transferências relembra que o FC Porto continua atento à situação de Héctor Herrera, jogador que continua sem grande espaço no Atlético de Madrid.

Alex Telles poderia ser um jogador a incluir neste eventual negócio.

Redação