O programa Mais Transferências desta sexta-feira comentou o estado da vinda de Edinson Cavani para o Benfica explicou que, neste momento, o SLB, por via de órgãos não oficiais “está a passar a informação de que o negócio pelo avançado uruguaio caiu”.

Das duas uma: caiu mesmo e isto deve-se a negócios que não foram concluídos, ou já está feito há muito tempo e isto é um golpe de teatro para que Cavani seja apresentado de forma épica”, afirma Rui Pedro Braz, reiterando que o negócio já não é surpresa para ninguém. “A maior parte dos benfiquistas vai dizer até que enfim”.

 

 

Por outro lado, se Cavani não for apresentado, “vai ser uma vergonha pública”. Tudo porque, segundo os comentadores, o Benfica  fez muitos erros, incluindo o facto de, mais de um mês antes de poder ser oficializado, o negócio já era capa em todos os jornais, “forçando o Benfica- pasme-se - a emitir um comunicado a desmentir a negociação”.

Se o negócio por Cavani não for concretizado, o Benfica tem de colmatar um buraco no lado mais avançado do plantel encarnado. Essa falta de jogadores pode vir a ser amenizada pela chegada de Darwin Núñez, uma jovem promessa que atua no Almería, em Espanha.

 

 

O valor por trás da transferência do jovem que, desde novembro, já marcou 16 golos está assinalado nos 20 milhões de euros, “um valor absurdo para o futebol português”, explica Nuno Dias.

Está na segunda liga espanhola, estamos a falar de valores absurdos no que toca ao futebol português. A questão é esta: o Benfica tem rapidamente de encontrar soluções e este é um jogador diferenciado”, avança Dias, sublinhando que o facto de o dono do Almería ter sido o empresário que contratou Jesus para a Arábia pode ser importante para desbloquear o negócio.

 

Os números deixam-nos na certeza de que é um jovem com tremendo potencial e imensa oportunidade de crescimento. Encaixa bem na forma de jogar de Jorge Jesus”, explica Nuno Dias.

Se as notícias em torno do mercado de transferências têm sido centradas nos encarnados, os atuais campeões nacionais não vão, acreditam os comentadores, ficar atrás.

 

 

Há todo um conjunto de situações que permitem que o ataque ao mercado seja diferente entre o Benfica e o Porto, como o acesso à Liga dos Campeões e o fair-play financeiro”, afirma Nuno Dias.

Ainda assim, reitera Rui Pedro Braz, o FCP tem um plantel campeão nacional com jogadores em contrato.

Tanto quanto sei, o FCP está a trabalhar bem no sentido de dar novos reforços a Conceição”, afirma Rui Pedro Braz.

A dívida de Rúben Amorim ao Sp. Braga foi um dos temas centrais do programa Mais Transferências, uma história que só não atingiu dimensões internacionais porque “aconteceu entre duas equipas portuguesas”. 

 

O Sporting não pode continuar a passar por caloteiro. É muito importante que Varandas consiga vender e não ficar mal visto em termos de capacidade negocial”, afirma Rui Pedro Braz, sublinhando que o fair-play financeiro da UEFA tem mão pesada.

Ainda assim, com a venda de Palhinha, Acuña e Luiz Felipe, o SCP pode ter “condições para fazer 50 milhões de euros neste mercado”.