Esta segunda-feira o programa "Prolongamento" da TVI apagou as cores dos clubes num gesto simbólico para dizer "não ao racismo".

O jogador do FC Porto Marega foi alvo de insultos racistas este domingo em Guimarães.

Também Manuel Serrão quis homenagear a atitude do jogador do FC Porto que foi alvo de insultos racistas.

A atitude do Marega foi vista como um alerta", destacou o comentador no programa "Prolongamento", da TVI.

 

Manuel Serrão condenou veemente os insultos racistas de que Moussa Marega foi alvo. O comentador da TVI garante que Marega não deve querer abandonar o FC Porto e o campeonato português, mas sim os autores destas atitudes racistas que devem abandonar os recintos desportivos.

Não são os 'Maregas' que têm de sair, são os que estão a mais", reitera Manuel Serrão.

 

Apesar de estar afeto ao Benfica, Pedro Guerra condenou o ato racista de que Moussa Marega foi alvo, por parte dos adeptos do Vitória de Guimarães. O comentador da TVI diz mesmo que gostaria de "dar um abraço ao Marega".

Se eu pudesse, agora ia dar um abraço ao Marega", garantiu Pedro Guerra.

 

Manuel Serrão espera que não haja uma segunda ocasião que leva Marega a abandonar, novamente, o relvado. O comentador da TVI entende que os jogadores do FC Porto fizeram bem em continuar em campo. Serrão realça ainda a solidariedade demonstrada pelos jogadores do Vitória de Guimarães que tentaram fazer com que o avançado maliano mudasse de ideias.

Ao fim de tantas situações, o Marega conseguiu pôr isto [racismo] na agenda”, explica Manuel Serrão.

 

Luís Filipe Menezes defende que “Portugal não é nem nunca foi um povo racista”, mas que o racismo, tal como o coronavírus, é transmissível. O comentador da TVI relembra ainda que a extrema-direita e a xenofobia tem crescido na Europa e que pode chegar a Portugal. Luís Filipe Menezes diz que este não é um problema exclusivo do futebol, mas sim da sociedade portuguesa.

Como português tenho vergonha que estas imagens andem a percorrer o mundo", confessa Luís Filipe Menezes.

 

O Benfica perdeu, no sábado, frente em SC Braga por 1-0, no Estádio da Luz. Manuel Serrão diz que já tinha constatado que o Benfica apresenta muitas debilidades quando enfrenta equipas mais fortes.

O Benfica é fraco com os fortes e forte com os fracos”, constata Manuel Serrão.

 

Pedro Guerra analisou a derrota caseira do Benfica frente ao SC Braga. O comentador da TVI admite problemas na qualidade exibicional das águias, mas aponta o dedo ao árbitro Hugo Miguel que diz que não teve coragem para expulsar David Carmo.

O Benfica tem problemas como é evidente”, admite Pedro Guerra.

 

Manuel Serrão explica que ter sete pontos de avanço não é igual a ter só um ponto de distância para o segundo lugar. O comentador da TVI evidencia que o Benfica tem muitas fragilidades e que é por isso que foi vaiado pelos próprios adeptos no Estádio da Luz, após a derrota com o SC Braga.

O Benfica tem fragilidades evidentes”, esclarece Manuel Serrão.