Luís Filipe Menezes condenou as atitudes do presidente do Vitória de Setúbal durante o jogo com o Sporting. O comentador de TVI explicou ainda que não entendeu porque Vítor Hugo Valente não aceitou que os jogadores fossem analisados por uma junta médica tripartida.

O presidente do Vitória de Setúbal devia ter tido um papel de não acicatar os adeptos”, explicou Luís Filipe Menezes.

 

Pedro Guerra garantiu que não entendeu porque motivo o Sporting recusou adiar o jogo frente ao Vitória de Setúbal. O comentador da TVI disse ainda que o clube de Alvalade está a ser orientado de acordo com os interesses dos órgãos do clube.

Não havia necessidade disto”, reiterou Pedro Guerra.

 

Manuel Serrão explica que o Sporting deveria ter deixado a decisão de adiar o jogo com o Vitória de Setúbal para a Liga. Ainda assim, o comentador da TVI explica que os leões não tinham de aceitar o pedido dos sadinos.

O Sporting não tinha de ter aceite o pedido do Vitória do Setúbal”, disse Manuel Serrão.

 

Manuel Serrão deu uma lição a Luís Filipe Menezes sobre como lidar com Pedro Guerra. A boa disposição invadiu o estúdio e até Guerra esboçou um sorriso.

O Dr. Menezes é novo e ainda tem esta ingenuidade”, brincou Manuel Serrão.

 

Manuel Serrão analisou o lance em que Carlos Xistra anulou um cartão vermelho mostrado a André Almeida. O comentador da TVI ironizou o modo de atuar do videoárbitro.

O VAR só tem duas formas de atuar: ser a favor da verdade desportiva ou ser a favor do Benfica”, garantiu Manuel Serrão.

 

Manuel Serrão desconfia do negócio que vai colocar Gedson no Tottenham. O comentador da TVI começa a desconfiar das capacidades mentais de José Mourinho que prefere o jogador do Benfica, com poucos minutos esta época, por 50 milhões de euros do que Weigl e Bruno Guimarães por 40 milhões. Serrão não acredita que o Tottenham venha a exercer a clausula de compra.

O Mourinho afinal é um burro”, ironizou Manuel Serrão.