Regresso dos adeptos aos estádios: “Fica a nu toda a confusão. Ninguém se entende”

Nos últimos dias, instalou-se uma nova polémica no futebol português em torno do regresso dos adeptos aos estádios de futebol.

Numa primeira fase, as autoridades anunciaram que a última jornada do campeonato iria poder ter público na bancada. O tempo passou e discurso alterou-se com os adeptos a voltarem a estar proibidos de entrar nos estádios.

O público não vai poder assistir à final da Taça da Portugal, entre SC Braga e Benfica, que se realiza em Coimbra, no dia 23 de maio.

Contudo, apenas cinco dias depois cerca de 12 adeptos ingleses vão poder assistir à final da Liga dos Campeões, entre o Man. City e o Chelsea, no Estádio do Dragão.

Rui Pedro Brás considera que a falta de equidade, aliada aos avanços e recuos das medidas, espelham a gestão da pandemia de covid-19 que tem vindo a ser feita em Portugal.

Por mais incrível que possa parecer isto está mesmo a acontecer. (…) Fica a nu toda a confusão bizarra que existe em torno da gestão da pandemia. Ninguém se entende. Portugueses em Coimbra? Não. Ingleses no Porto? Sim”, diz Rui Pedro Braz.

 

Cândido Costa também discorda da dualidade de critérios de gestão pandémica que se está a verificar entre as competições de futebol nacionais e a final da Liga dos Campeões.

O comentador da TVI considera que existe responsabilidades governativas e uma má planificação na base de toda esta polémica.

É óbvio que há responsabilidade. Houve uma má planificação. Fica uma imagem de desorganização e de desacerto”, refere Cândido Costa.

 

Nuno Dias classifica como uma “montanha-russa” todos os avanços e recuos das autoridades em relação ao regresso dos adeptos aos estádios.

É uma montanha-russa, uma confusão pegada, são ziguezagues com marcha atrás com curvas e contracurvas que ninguém entende”, remata Nuno Dias.

 

Jardel despede-se do Benfica na final da Taça de Portugal

Jardel vai dizer adeus ao Benfica na final da Taça de Portugal, que se realiza em Coimbra, no dia 23 de maio. O defesa central está lesionado e não vai poder jogar, mas vai despedir-se dos adeptos encarnados.

Nuno Mandeiro