O Tribunal Arbitral do Desporto esclareceu, esta terça-feira, que manteve o quinto amarelo a João Palhinha, visto frente ao Boavista, mas “amnistia” o jogador de uma sanção.

Rui Pedro Braz considera que a decisão é “uma aberração” e que “não faz qualquer sentido”.

Isto já só dá para rir. Nem o TAD já sabe o que está a fazer. Sabes aqueles jogos que são um labirinto e temos de encontrar a saída? É o TAD. O TAD acha que pode sobrepor-se ao regulamento disciplinar da Liga. Isto é uma aberração”, diz Rui Pedro Braz.

 

O comentador da TVI considera ainda que o desfecho do caso João Palhinha é um mau cartão de visita para o futebol português.

Isto é uma aberração. Lá fora as pessoas só se riem. Arriscaria dizer que vai cumprir o castigo na próxima época se estiver em Portugal”, refere Rui Pedro Braz.

 

Jorge Nuno Pinto da Costa já deixou claro que ambiciona chegar a acordo para a renovação de Sérgio Conceição.

Nuno Dias acredita que o técnico do FC Porto deverá assinar um novo contrato antes do final da época, agora que as renovações de Sérgio Oliveira e Otávio estão consumadas.

Serão questões de pormenor que faltam acertar”, acrescenta Nuno Dias.

Sérgio Conceição e Paulo Sérgio multados em 2.040 e 408 euros

Os treinadores Sérgio Conceição e Paulo Sérgio foram expulsos no jogo entre FC Porto e Portimonense, no fim de semana, depois de se envolverem numa discussão acesa e terem de ser separados já no túnel de acesso aos balneários.

O técnico dos dragões recebeu uma multa de 2.040 euros e do clube de Portimão vai ter de pagar 408 euros. Foi ainda instaurado um processo disciplinar ao guarda-redes do FC Porto Marchesin.

Nuno Mandeiro