Gonçalo Ramos está imparável no Benfica. A jovem promessa dos encarnados já leva sete golos e duas assistências, em apenas três jogos. Para o comentador da TVI24 Rui Pedro Braz, este é um jogador “excecional”, uma vez que os encarnados não são conhecidos por formarem avançados.

O Benfica não tem um histórico significativo no que toca a formar avançados”, recordou Rui Pedro Braz. “Houve muitas esperanças por José Gomes, mas acabou por ser uma eterna promessa adiada.”

O comentador revelou ainda que o FC Porto esteve interessado no jogador e, há um ano, tentou contratar Gonçalo Ramos do Benfica, com uma oferta de um prémio de assinatura no valor de três milhões de euros.

O jogador terá recusado a proposta dos dragões, mas também por Ajax e de alguns clubes da Bundesliga, por acreditar no projeto dos encarnados.

FC Porto insiste em Hector Herrera

Os dragões e o ex-capitão Hector Herrera estão em sintonia e mantêm expectativa num desfecho positivo. Para Nuno Dias, esta seria uma contratação inegavelmente uma contratação muito interessante para os azuis e brancos.

Herrera e o FC Porto continuam a ter uma ligação próxima. O jogador nunca escondeu que a cidade do Porto continua a ser muito importante para si”, explicou Nuno Dias.

O jogador não terá tido tantas oportunidades quanto queria no Atlético Madrid e com a chegada de mais um médio, Lucas Torreira, a ida do Herrera para o Porto parece cada vez mais próxima.

Sporting luta pela vida na Liga Europa

O Sporting enfrenta o Aberdeen para a Liga Europa, em plena pandemia. Os leões têm nove jogadores de baixa e a academia está interdita à equipa.

Para Luís Vilar este encontro é de vida ou de morte pelas verbas que o clube pode receber por jogar na competição, direta e indiretamente.

Indiretamente pela valorização de ativos, pela construção de um prestígio em torno de uma equipa”, frisou. “Mas também com a angariação de prémios de forma direta. Apesar de não serem os mesmos valores da liga dos campeões, é bastante dinheiro.”

O comentador revelou que, caso consiga garantir o apuramento, os leões poderão encaixar seis milhões de euros.

Como o Vitória de Guimarães se está a reinventar?

Numa emissão repartida entre os estúdios de Queluz e o estádio D. Afonso Henriques, o Mais Transferências analisou as mais recentes mudanças dos Vimaranenses, que estão a demonstrar um comportamento mais moderno e “agressivo” no mercado.

Este Vitória de Guimarães está finalmente no século XXI. Este é um Vitória que se vira para jovens de Inglaterra, de frança, da Alemanha e que faz do scouting de jovens talentos uma realidade”, explicou Rui Pedro Braz.

A mudança de paradigma nos vimaranenses, segundo o comentador, deve-se à entrada de Carlos Freitas como diretor desportivo no clube.

É o diretor desportivo mais experiente do futebol português”, reforçou.