EM DESTAQUE: PEDRINHO

O melhor dos reforços esta noite. Estreou-se a titular no Estádio da Luz e sai deste teste com nota positiva. Foi alternando com Rafa na extrema-direita do ataque e no apoio a Vinícius e foi quem mais desequilibrou no lado das águias no primeiro tempo. Sempre confiante, Pedrinho não se escondeu do jogo e mostrou qualidade naquele pé esquerdo. É dele a assistência para Pizzi no lance que originou o penálti. Na segunda parte baixou de rendimento e acabou por ser o primeiro sacrificado de Jesus.

OUTROS REFORÇOS

Everton Cebolinha

Mais um jogo aquém das expectativas para o reforço vindo do Grémio. A qualidade está lá, isso não há dúvidas. Mas tal como frente ao Sp. Braga, Cebolinha nunca pareceu muito à vontade para desequilibrar como gosta e, fisicamente, parece estar uns furos abaixo do desejado. Sinais de uma pré-época dura, talvez. Na segunda parte teve nos pés uma soberana oportunidade para faturar, mas precipitou-se e acabou por rematar ao lado.

Gilberto 

Ainda não foi desta que o lateral-direito demonstrou porque é que foi um pedido expresso de Jorge Jesus. Não comprometeu, é certo, mas ofensivamente nunca se aventurou muito, apesar de ter deixado bons pormenores técnicos e de na segunda parte ter obrigado Salin a defesa apertada, na sequência de um lance de bola parada.

Diogo Gonçalves

Jogou pouco mais de dez minutos no lado direito do ataque e esteve perto de marcar, ao obrigar Salin a uma bela defesa. É nessa posição que se sente mais confortável.

Darwin

Foi chegar, ver, treinar e jogar. O avançado uruguaio foi apresentado na sexta-feira à tarde, sábado de manhã já treinou e à noite estreou-se de águia ao peito. Esteve pouco tempo em campo, mas mostrou vontade e fome de golo.

Rafael Vaz / Estádio da Luz, Lisboa