Já foram aprovados 1.100 projectos de microcrédito em dez anos e, só em 2009, avançaram 32, revelam os dados da Associação Nacional de Direito ao Crédito (ANDC). Aguardam luz verde mais de 78 processos.

O financiamento total já ultrapassou os 5,3 milhões de euros e nestes primeiros seis meses do ano foram investidos 190 mil euros. O valor médio financiado rondou os 5 mil euros, ou seja, mais 21% em relação aos valores históricos que se situam nos 4.900 euros.

Microcrédito: média do empréstimo ronda 5 mil euros

Quer arrancar com um negócio? O microcrédito pode ajudar

Estes projectos são responsáveis por quase 1600 postos de trabalho, dos quais 85 foram já foram dinamizados este ano.



Mulheres mais empreendedoras

Mais de 52% dos projectos são liderados por mulheres, os homens são responsáveis por 47%.

Lisboa apresenta maior peso (mais de 42%), seguido do Centro (21%), Norte (19%), Alentejo (11,5%) e Algarve (5,9%).

Os microempresários têm na sua maioria entre os 25 e os 35 anos (32,4%), seguido pela faixa etária dos 35 aos 45 anos. Os grupos etários com menos de 25 anos e entre os 55 e os 65 anos são aqueles com menor representatividade, pesando 10,2% e 5%, respectivamente.

A grande maioria tem o ensino secundário (26,6%), seguido pelo terceiro ciclo (23,6%).

Comércio com maior peso

O comércio é actividade com maior peso nos negócios avançados com o microcrédito, representando quase 40% do total.

As indústrias transformadoras, alojamento e restauração são outros serviços também chamam a atenção destes empresários, pesando 11,9% e 12,9%, respectivamente.
Sónia Peres Pinto