Foi descoberto na China o fóssil de um dinossauro «heterodontossaurus» com penas no corpo. Este achado levanta a questão sobre a origem dos filamentos característicos das aves. O «Tianyulong confuciusi» viveu há 144 milhões de anos atrás e foi localizado na província de Liaoning, rica em achados deste período, noticia o El Mundo.

Até ao momento todos os fósseis de dinossauros com penas pertenciam a grupo dos «Saurischia», uma subespécie pertencente à categoria dos terópodos, que como se crê deu origem às aves. No entanto, o «Tianyulong confuciusi» pertence a subgrupo dos Ornithischia, segundo o estudo de Xiao-Ting Zeng publicado esta semana na «Nature».

Os investigadores chineses partem, agora, do princípio que as penas são um traço comum em todos os dinossauros desde a sua origem, há mais de 200 milhões de anos. Contudo, durante o percurso evolutivo acabaram por desaparecer.

Esta foi a primeira vez que se encontrou um «heterodontossaurus» na Ásia, no entanto há registos de outros achados na África, na Europa e na América. Esta espécie caracteriza-se por serem pequenos bípedes herbívoros, que chegavam a medir um metro e trinta.

Lawrence M. Witmer, um especialista americano, considera importante tentar perceber se as penas estariam no exterior ou no interior da pele. Esta última possibilidade alteraria panorama evolutivo destes habitantes do Cretáceo.
Redação / AV