TVI24

O diagnóstico: covid-19

1

Quase um ano depois dos primeiros casos de covid-19 em Portugal, o país atravessa agora o pior momento de sempre e a TVI entrou no Hospital onde tudo começou: o São João, no Porto.

Acompanhámos durante vários dias profissionais de saúde das urgências aos cuidados intensivos e até à morgue.

Mostramos de forma inédita o relato na primeira pessoa de quem está a trabalhar no limite das suas forças e a história dos doentes que sobreviveram para contar.

São testemunhos que impressionam, mas que todos devemos ver.

2
“O Diagnóstico: Covid-19”. A TVI entrou no hospital onde tudo começou

A reportagem

A TVI nos Cuidados Intensivos do Hospital de São João, no Porto.

Uma grande reportagem do jornalista André Carvalho Ramos, com imagem de Nuno Assunção e edição de imagem de Pedro Marques.

3
Diagnóstico: covid-19

"Eu tenho 31 anos e estou aqui entubado, cheio de máquinas atrás de mim, que apitam de segundo a segundo. Como por uma sonda, não posso beber água, uso uma fralda, não posso sair da cama. O que é que vai ser de mim?"

4

Ricardo Oliveira tem 31 anos, era totalmente saudável e ficou infetado com o coronavírus em novembro.

Esteve um mês em coma, com recurso ao método ECMO (Oxigenação por Membrana Corporal), um complexo suporte de vida que é utilizado em doentes com falência cardiovascular ou pulmonar.

"Psicologicamente, é devastador. Nos Cuidados Intensivos vemos coisas... É desolador vermos pessoas a morrer à nossa frente, vermos pessoas que morrem constantemente a passar em macas..."

Ricardo conta à TVI que foi sempre o doente mais novo nas unidades por onde passou e mostra as sequelas que leva para a vida.

Além dos problemas físicos, ficou sem trabalho, não pode receber subsídio de desemprego e não tem direito ao rendimento mínimo.

5
O diagnóstico: covid-19

"O significado desta maca assusta muita gente. Nos tempos que estamos, ainda assusta mais"

6

A reportagem mostra um dia "normal" nas urgências do Hospital de São João, com doentes sempre a chegar, sobretudo mais idosos. 

"E é este cenário que muda muito rapidamente", confessa Marcela Silva, enfermeira das urgências.

Os profissionais de saúde contam como nem sequer têm tempo para descansar.

Entre o tratamento dos doentes, lá encontram um momento para ligar aos familiares, que acompanham tudo à distância.

7
O diagnóstico: covid-19

"Eu tenho covid-19. O meu teste foi há duas semanas, há uma semana morreu a minha mãe. Fez uma infeção generalizada, não conseguiu sobreviver. É horrível, nem posso explicar. Ela não entendia porque não estava à beira dela. É muito difícil, não nos conseguimos despedir"

8

Depois do Natal, estes profissionais de saúde já esperavam um aumento do número de casos de covid-19. No entanto, o número de mortos foi uma surpresa. 

Mostraram à TVI como funciona o ECMO, a máquina que salva vidas no Hospital de São João. 

9
O diagnóstico: covid-19

"Estou aqui à volta de 90 dias. Estive 62 dias a dormir, agora sinto-me bem. Quando sair, quero estar com a minha família"

10

Com 43 anos, Sérgio Silva foi entubado e está há tanto tempo no hospital que já é tratado com muita familiaridade pelas equipas médicas.

A enfermeira Ana Marques confessa que a idade deu "força" aos profissionais para "investir" e "lutar" para que estes doentes saiam do hospital "minimamente bem".

11
“O Diagnóstico: Covid-19”. A TVI entrou no hospital onde tudo começou

"São doentes que demoram mais tempo a recuperar. O pulmão está muito fragilizado, temos de fazer mais sessões. Perdem muita massa muscular, o ventilador trabalha por eles"

Pedro Guimarães, enfermeiro de reabilitação

12

Os profissionais de saúde do Hospital de São João não se cansam de alertar que "isto não é uma doença de velhinhos".

Há doentes "com a vida alterada para sempre" e, com esses doentes, há famílias e uma comunidade afetadas.

A TVI acompanhou as reuniões destes profissionais para analisar o estado de saúde dos doentes e verificou como a dedicação máxima salva vidas.

13
13 FOTOS

Os profissionais dos Cuidados Intensivos

Uma galeria de imagens dos protagonistas desta reportagem

14
Covid-19: "Mais do que a parte física do combate à pandemia, o pior é parte emocional"

Como foi fazer esta reportagem

O jornalista André Carvalho Ramos esteve no programa "Esta Manhã"

Reportagem de André Carvalho Ramos