O presidente da Comissão Europeia destacou este sábado o processo de reformas italiano para reduzir a dívida e recuperar a confiança dos investidores, mostrando-se confiante de que com as políticas adequadas Itália poderá resolver os seus problemas.

José Manuel Durão Barroso falava numa conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro italiano, Mario Monti.

«Itália iniciou um processo de reformas global e importante», um projeto «ambicioso», orientado para reduzir e sanear as suas contas públicas e «recuperar a confiança dos mercados e dos investidores», afirmou Durão Barroso, citado pela agência Efe.

O primeiro-ministro italiano afirmou que na reunião com o presidente da Comissão Europeia foram abordados temas como a evolução e o desenvolvimento da política económica de Itália, assim como o encontro de quarta-feira com a chanceler alemã, Angela Merkel, e sublinhou que ambos consideram de «grande importância os contactos bilaterais entre os países, para potenciar e não debilitar o quadro comunitário».

Mario Monti disse ainda que durante a reunião esteve em destaque a conclusão das negociações sobre a reforma do mercado laboral italiano, prevista para a próxima semana.

O chefe do Governo italiano anunciou ainda que o seu convite a Durão Barroso para «uma próxima visita a Roma» foi aceite.