“Estamos com alguma expectativa, já que, em relação às concessões, o processo vai retroceder. Relativamente às remunerações, contamos que, no Orçamento do Estado, possa haver essas correções e que o valor possa ser reposto conforme os Acordos de Empresa”.