O turismo em Portugal regista um aumento de cerca de 20% durante o período da visita do papa Francisco, com destaque para os turistas franceses, alemães e do Reino Unido, revela um estudo hoje apresentado.

De acordo com dados disponibilizados à agência Lusa pela eDreams, agência de viagens de voos ‘online’ da Europa, os franceses representam 11,2% dos turistas que se deslocam a Portugal entre quarta-feira e o dia 15, seguido dos alemães (8,5%) e dos viajantes oriundos do Reino Unido (8,4%), Espanha (6,2%), Suíça (5,6%) e Itália (4,7%).

O papa Francisco visita Fátima na sexta-feira e no sábado, tornando-se o quarto papa a visitar Portugal.

Os dados do estudo correspondem às reservas de turistas europeus, através das agências ‘online’ do grupo eDreams, para as cidades de Lisboa e Porto.

A eDreams adianta ainda que Paris, Londres e Madrid representam 34% dos turistas durante a visita do papa Francisco, sendo que só Paris é responsável pela chegada de 23% de visitantes.

Segundo o documento, o turismo interno regista um crescimento de 86% durante o mesmo período.

" par dos portugueses, os holandeses e polacos são os turistas responsáveis pelo maior crescimento de turismo em Portugal, comparativamente ao período homólogo de 2016, com um aumento de 71% e 67%, respetivamente, seguidos dos cabo-verdianos e italianos, com 54% e 26%", acrescenta.

A análise da agência de viagens revela ainda uma "tendência de crescimento do turismo religioso um pouco por todo o mundo", com destaque para Lourdes, localizada no sudoeste de França, na zona dos Pirinéus, e para a cidade de Jerusalém.

/ ALM