O Reino Unido anunciou esta quinta-feira que vai levantar a necessidade de quarentena para as pessoas que tenham a vacinação completa contra a covid-19 e que venham de países que integram a lista âmbar, como é o caso de Portugal.

Apesar disso, o ministro dos Transportes referiu que países que integrem agora a lista âmbar podem passar para a lista vermelha, pelo que Portugal arrisca, atendendo ao agravar da situação pandémica, ficar sujeito a quarentena.

A medida entra em vigor a partir de 19 de julho, e abrange apenas as pessoas que apresentem vacinação completa, o que significa 14 dias após as duas doses de Pfizer, Moderna ou AstraZeneca ou 14 dias após a dose única da Janssen.

Grant Shapps indicou ainda que os menores de 18 anos deixam de ter de se isolar, mesmo não tendo vacinaçãom completa.

Posso confirmar que, a partir de 19 de julho, os britânicos que estejam completamente vacinados de acordo com o esquema de vacinação do Reino Unido vão deixar de ter de se isolar", referiu, em audiência no parlamento.

Vai continuar a ser exigido um teste, que deve ser realizado até 72 horas anets da partida, sendo também obrigatória a realização de um teste de PCR nas primeiras 48 horas de estadia no Reino Unido, deixando a necessidade de fazer teste ao oitavo dia.

Em essência, isto significa que, para os viajantes totalmente vacinados, as exigências das listas verde e âmbar são as mesmas", acrescentou o ministro dos Transportes.

António Guimarães