A adesão de estudantes, com idades entre os 13 e os 18 anos, residentes no Porto ao título que dá acesso gratuito aos transportes públicos cresceu 20% em setembro, comparando com igual período do ano anterior.

De acordo com os dados cedidos à Lusa pela Câmara do Porto, atualmente, 7.390 jovens dos 13 aos 18 anos utilizam gratuitamente o sistema intermodal com a assinatura “Porto.13-18”, o que representa um aumento de 20% comparativamente com o número de cartões renovados e emitidos no mesmo período do ano letivo anterior.

Criado pelo município em 2020, este título permite a utilização gratuita dos transportes públicos, seja Metro, STCP - Sociedade de Transportes Coletivos do Porto ou Funicular dos Guindais, num limite de três zonas contíguas a jovens com idades entre os 13 e os 18 anos, com domicílio fiscal no Porto e que comprovem estudar e residir na cidade.

No mês de setembro, a adesão dos jovens a este título de transporte traduziu-se em 143.422 validações, representando um crescimento superior a 55% na utilização dos transportes públicos por comparação com o mês homólogo de 2020, que registou 91.979 validações.

Ainda segundo os dados hoje divulgados, são os jovens com 16 anos (1.427) que mais procuram o Porto.13-18, seguidos dos de 17 (1.298) e dos de 15 anos (1.216).

Numa nota publicada em junho na sua página oficial da Internet, a Câmara do Porto dava conta que a extensão da gratuitidade do título de transporte intermodal da cidade até aos 18 anos beneficiava um total de 4.715 jovens da cidade, em 2020.

A gratuitidade do título de transporte “Porto.13-15”, criado em 2019, foi alargada até aos 18 anos em 2020, correspondendo a um investimento da autarquia na ordem dos 1,2 milhões de euros por ano.

Esta iniciativa, segundo a autarquia, pretendeu complementar o Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Pública (PART) que, entre outras medidas, instituiu na Área Metropolitana do Porto a gratuitidade dos títulos de transporte até aos 12 anos (passe Sub13).

A adesão ao título Andante 13-18 permite usufruir das vantagens do Cartão Porto., que prevê descontos no Teatro Municipal do Porto, no Pavilhão da Água, em eventos culturais promovidos pela Câmara e nas piscinas municipais, mas também no acesso aos serviços das bibliotecas municipais, bem como ao acesso a visitas gratuitas aos Paços do Concelho, entre outras.

Na edição de 22 de setembro, o Jornal de Notícias tinha já avançado que a venda de passes de transportes públicos nas áreas metropolitanas do Porto e de Lisboa aumentou 11,5% nos primeiros dias de setembro, comparando com período homólogo do ano passado, numa subida impulsionada pelo regresso às aulas e ao trabalho.

Segundo aquele diário, entre 01 e 09 de setembro, tinham sido vendidos 553.312 títulos de transporte, ou seja, mais 56.970. Do total, mais de 99.500 eram respeitantes a crianças e jovens em idade escolar: 79 mil na Grande Lisboa e mais de 20 mil no Porto.

Agência Lusa / BC