Portugal registou, em agosto, a maior subida entre os Estados-membros da União Europeia (UE) na produção industrial, quer na variação homóloga (2,1%) quer em cadeia (10,0%), divulga esta quarta-feira o Eurostat.

De acordo com o gabinete estatístico europeu, face a agosto de 2019, a produção industrial recuou 7,2% na zona euro e 6,2% na UE, tendo Portugal assinalado a maior subida (2,1%), em linha com a Lituânia e seguido da Polónia (1,2%).

Em todos os outros Estados-membros, o indicador caiu na variação homóloga, com os maiores recuos a serem observados no Luxemburgo (-15,8%), Alemanha (-11,2%) e França (-7,3%).

Face a julho, a produção industrial aumentou 0,7% na zona euro e 1,0% na UE, com Portugal a apresentar o maior avanço mensal (10,0%), seguindo-se a Itália (7,7%), a Hungria e a Suécia (6,7% cada).

As baixas de maior peso registaram-se na Irlanda (-13,4%), na Estónia (-2,1%) e no

/ HCL