O consumo de combustíveis aumentou 11,9% em junho deste ano, face ao mesmo mês de 2020, um valor que indica que continuam “uma trajetória de recuperação”, adiantou hoje a Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE).

O total das introduções ao consumo [registos efetuados, para efeitos fiscais, pelos comercializadores grossistas de combustível] em Portugal em junho de 2021 voltou a registar uma subida face ao mês anterior, subindo 18.099 toneladas (+3,28%) e 60.658 toneladas (+11,93%) face a junho de 2020”, lê-se numa nota, publicada pela entidade.

Segundo a ENSE, “estas introduções ao consumo registadas pelos operadores através do Balcão Único da Energia, mostram uma subida homóloga na gasolina (+9,61%) e no gasóleo (+2,17%)”.

A entidade destaca ainda “o JET, com uma subida de 313,56% face a junho de 2020, que mostra alguma recuperação de atividade no setor da aviação”, de acordo com o comunicado.

A ENSE indicou também que, em relação a 2019, “constata-se uma clara recuperação”, tendo em conta que “no mês de maio a variação homóloga face a maio de 2019 era de -24,95%, em junho de 2021 as introduções ao consumo foram 15,72% mais baixas do que o verificado no mesmo período de 2019”.

Para a entidade, estes dados mostram “uma trajetória de recuperação clara e é reflexo de uma aceleração dos níveis de atividade económica e, logo, de crescimento da procura e consumo destes produtos”.

/ HCL