rumores de uma cimeira não confirmada para o fim-de-semana

“o grande não” aos credores



“Os meus ministros e eu, e o governo grego inteiro, vamos aplicá-lo e torná-lo possível. Mas se não chegarmos a um compromisso que consigamos honrar e uma solução financeira viável, o governo grego tomará a inteira responsabilidade de dizer “o grande não” à política destrutiva que tem afectado a Grécia”.


“não parecem dispostos ao compromisso”. 

A Grécia deve reembolsar o Fundo Monetário Internacional (FMI) em cerca de 1,5 mil milhões de euros, no final do mês de junho, e não tem dinheiro suficiente para cumprir este prazo e ao mesmo tempo continua a pagar aos funcionários públicos e as reformas.



                      Manifestantes colocam faixa frente ao parlamento grego (foto: Reuters)