Ryanair vai deixar de voar entre Lisboa e o Porto a 25 de outubro, disse à TVI24 fonte oficial da empresa.

"Devido a razões comerciais a nossa rota entre o Porto e Lisboa vai deixar de operar a partir de 25 de outubro", confirmou.

Sem querer responder se isso irá implicar redução de postos de trabalho, a mesma fonte referiu que "estarão a operar 57 rotas a partir do Porto e 30 desde Lisboa já este inverno."

A companhia tem sido alvo de duras críticas por parte do trabalhadores, que inclusive levaram à greve no mês passado por, segundo os sindicatos, continuar a “incumprir com as regras impostas pela legislação portuguesa, nomeadamente no que respeita ao pagamento dos subsídios de férias e de Natal, ao número de dias de férias e à integração no quadro de pessoal dos tripulantes de cabine contratados através das agências Crewlink e Workforce”.

O sindicato acusa ainda a empresa de se recusar a considerar o total do período de tempo de serviço prestado através dos contratos de trabalho celebrados com as agências Crewlink e Workforce e de tentar impor um novo vínculo contratual precário, em vez de uma transição para o quadro de efetivos.

 
Alda Martins / (Atualizada às 13:02))