O indicador de atividade económica, até dezembro, estabilizou e o de clima económico, disponível até janeiro, diminuiu, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com o INE, em Portugal, o indicador de atividade económica estabilizou nos 2,1 pontos em dezembro e o indicador de clima económico, disponível até janeiro, baixou para 2,1 pontos, dos 2,2 pontos registados em dezembro.

Segundo a Síntese Económica de Conjuntura do INE, o indicador quantitativo do consumo privado acelerou em dezembro, refletindo um contributo positivo de ambas as componentes, consumo duradouro e não duradouro.

Já o indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) desacelerou em dezembro, verificando-se um crescimento menos intenso em todas as componentes, material de transporte, máquinas e equipamentos e construção.

Em termos nominais, as exportações e importações de bens aceleraram em dezembro, apresentando variações homólogas de 1,4% e 8,7%, respetivamente (-0,4% e 6,4% em novembro).

Considerando a atividade económica na perspetiva da produção, o índice de produção na indústria registou taxas de variação homólogas negativas pelo sexto mês consecutivo, tendo o índice de volume de negócios na indústria desacelerado entre julho e dezembro, sinaliza o INE.

Já o índice de produção na construção também desacelerou, enquanto o índice de volume de negócios nos serviços acelerou em dezembro.