O PAN vai abster-se na votação final global do OE2021 que decorrerá esta quinta-feira na Assembleia da República, garantido assim a aprovação do documento, anunciou a deputada Inês Sousa Real.

Este não é apenas um orçamento para 2021, mas é também um orçamento que vem marcar aquilo que tem de ser a necessidade de uma resposta estrutural e profunda a uma crise sem precedentes, consequência da crise pandémica que estamos a viver", declarou a deputada esta manhã.

 

O documento que a Assembleia hoje vota é um documento diferente do que aquele que aqui entrou, mais próximo das reivindicações das várias forças políticas", adiantou.

Depois, a deputada anunciou que "O PAN vai viabilizar o orçamento com a sua abstenção porque ainda há, evidentemente um caminho a fazer. Não é um documento que dê total resposta às nossas reivindicações".

O início do plenário da Assembleia da República está marcado para as 10:00, começando com a discussão e votação das normas avocadas pelos partidos, finalizando de seguida a apreciação na especialidade da proposta do Governo.

Depois de ser conhecido que PCP, PEV e a deputada não inscrita Cristina Rodrigues (ex-PAN) vão abster-se na votação final global do do Orçamento de Estado para 2021, eram necessárias pelo menos duas abstenções para que a proposta fosse aprovada.

Lara Ferin