Mais de 60 empresas assinaram o manifesto “aproveitar a crise para lançar um novo paradigma de desenvolvimento sustentável”, promovido pelo BCSD Portugal, segundo um comunicado divulgado hoje.

Entre as 64 signatárias do manifesto promovido pelo Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável (BCSD), estão mais de metade das empresas do PSI20 que defendem que a solução para a crise causada pela pandemia Covid-19 passa também por promover uma transformação do modelo de desenvolvimento.

“Porque as crises constituem oportunidades ímpares para repensarmos o nosso futuro, o BCSD Portugal e os seus associados acreditam que este é o momento para lançar novas bases para um crescimento mais inclusivo, sustentável e, de um modo geral, para construir um novo modelo de partilha de valor com a sociedade e as futuras gerações”, destaca em comunicado João Wengorovius Meneses, secretário-geral do BCSD Portugal.

As 64 empresas signatárias pretendem contribuir para a construção de um modelo de desenvolvimento baseado em cinco princípios: promoção do desenvolvimento sustentável e inclusivo, promoção do crescimento, busca da eficiência, reforço da resiliência e reforço da cidadania corporativa.

Entre as empresas que assinam o manifesto estão a Altri, a Brisa, a Cimpor, os CTT, a EDP, a Efacec, a Galp, a Jerónimo Martins, a NOS, a PT Portugal, a REN, a Sonae e a Navigator.

O BCSD Portugal é uma associação que congrega cerca de 100 empresas portuguesas.

/ Publicada por ALM