As vendas de automóveis ligeiros de passageiros cresceram 8,6% em fevereiro, mês em que foram vendidas 7.496 unidades. No acumulado dos dois primeiros meses do ano, as vendas ascenderam a 14.511 unidades, mais 4,7% que em janeiro e fevereiro de 2012.

«Todavia, o crescimento agora verificado corresponde a um nível de vendas extremamente baixo, sendo 34,4% menor do que a média dos meses de Fevereiro no período 2009 a 2012», explica a Associação Automóvel de Portugal (ACAP), acrescentando que «isto (acontece) porque estamos a efetuar a comparação com um mês homólogo (Fevereiro de 2012) onde o mercado tinha já tido uma queda de 48%».

Por seu lado, as vendas de comerciais ligeiros também recuperaram em fevereiro, tendo crescido 26% face ao homólogo, para 1.159 unidades.

No entanto, «importa referir que no mesmo mês do ano transato o mercado afundou-se, tendo registado um decréscimo de 68,5%», lembra a ACAP.

No entanto, e tendo em conta o mau comportamento registado por este segmento no primeiro mês do ano, no acumulado dos dois meses, os comerciais ligeiros registam menos 28,1% de vendas: apenas 2.180 unidades.

No conjunto dos dois segmentos, as vendas totais de ligeiros subiram 10,6% em fevereiro para 8.655 carros, mas caíram 1,2% no acumulado desde o início do ano, para 16.691 carros.

Já nos pesados, foram vendidos 142 em fevereiro, mais 36,5% que no homólogo de 2012, mas no conjunto dos dois meses, deu-se uma quebra de 9% para 363 unidades.

Também aqui «importa assinalar que, à semelhança do que aconteceu com os veículos comerciais ligeiros, o mercado de pesados registou em Fevereiro de 2012 um fortíssimo decréscimo de 62%».

Contas feitas, e somando todos os segmentos, as vendas de automóveis cresceram 11% em fevereiro para 8.797 unidades, e caíram 1,4% para 17.054 no conjunto de janeiro e fevereiro.