O vento forte registado esta terça-feira no Aeroporto Internacional da Madeira afetou 15 voos, que foram cancelados ou tiveram de divergir para outros aeroportos. A situação começou a normalizar-se durante a tarde, disse à Lusa fonte daquela infraestrutura.

A situação melhorou durante a tarde e vários aviões puderam aterrar, mas há a possibilidade de o vento voltar a aumentar de intensidade", indicou a mesma fonte, explicando que cinco voos foram, entretanto, reprogramados para aterrar entre as 00:15 e as 02:40 horas.

Para esta terça-feira estavam previstos 43 movimentos no Aeroporto da Madeira.

A previsão de vento "muito frequentemente fora dos limites de operação" (aeroportuária) deverá, contudo, manter-se até domingo, conforme disse à Lusa fonte do Instituto Português do Mar e da Atmosfera na Madeira (IPMA).

A previsão do IPMA para esta terça-feira era de vento fraco a moderado - até 30 quilómetros/hora (km/h) de nordeste - soprando moderado a forte (30 a 45 km/h) nas terras altas e no extremo leste da ilha da Madeira, local do aeroporto, onde foi registada uma rajada de 89 km/h.