O tráfego aéreo não para de aumentar em Portugal. De acordo com dados da NAV Portugal - prestador de serviços de navegação aérea no espaço aéreo sob responsabilidade de Portugal - divulgados hoje, foi gerido um total de 855.994 voos em 2019, "um número recorde" e que significa um crescimento de 2,7% face ao tráfego controlado de 2018.

O total de voos geridos pela NAV, ou “movimentos”, inclui não apenas os voos com origem/destino em aeroportos portugueses, mas também todos aqueles que sobrevoam o espaço aéreo sob responsabilidade portuguesa – que abrange mais de 5,8 milhões de quilómetros quadrados", diz a o comunicado

Olhando para cada uma das regiões de informação de voo [RIV] na qual se divide o espaço aéreo gerido pela NAV, destaca-se o crescimento de 3,3% nos voos geridos pela RIV de Lisboa em 2019, que assim superou o crescimento de 2,8% registado em 2018.

Acresce que os voos geridos pela RIV de Lisboa incluem todo o tráfego que sobrevoa Portugal Continental e o Arquipélago da Madeira, assim como o tráfego gerido pelas Torres de Controlo de Lisboa, Porto, Faro, Cascais, Funchal e Porto Santo.

Já a RIV de Santa Maria aumentou ligeiramente o marco conseguido em 2018, com mais 0,2% de voos geridos no ano passado, suficiente para superar os 168 mil voos controlados. Esta RIV inclui todo o tráfego gerido pelas Torres de Controlo de Santa Maria, Ponta Delgada, Horta e Flores, assim como todos os sobrevoos na vasta área do Oceano Atlântico Norte sob responsabilidade portuguesa.

A NAV Portugal está dividida em duas regiões: a Região de Informação de Voo de Lisboa (L), com 671.000 km2, abarcando Portugal Continental e o Arquipélago da Madeira; e a Região de Informação de Voo de Santa Maria (S), com 5,18 milhões de km2, que inclui uma vasta área do Oceano Atlântico Norte e o Arquipélago dos Açores.
 

/ ALM