As marcas MEO e PT Empresas vão desaparecer em Portugal dentro de um ano e passar a chamar-se Altice, marca global que será adotada em todas as operações de telecomunicações do grupo francês.

"O que nos faltava até agora era ter uma marca global única, que refletisse a natureza internacional e digital do nosso grupo, que reforça a força das nossas marcas e que vai reinventar o futuro", disse o presidente executivo da Altice, Michel Combes, num encontro com jornalistas, em Nova Iorque, para anunciar a nova marca global do grupo, que inclui países como Estados Unidos, França, Portugal, Israel e República Dominicana.

Com a assinatura Together Has No Limits, Michel Combes anunciou a nova estratégia global - um grupo, uma marca - e explicou que o nome, a marca e o novo logótipo vão substituir gradualmente as atuais marcas em cada operação da Altice no mundo.

Assente no princípio "uma estratégia, uma convergência", o primeiro país a arrancar com o rebranding (mudança de marca) será a República Dominicana, no terceiro trimestre deste ano, mas sobre Portugal Michel Combes não avança para já um calendário, limitando-se a dizer que está "para breve".

"Deverá ser como em França, temos de selecionar o melhor timing para fazer esta transição", disse o gestor, sendo certo que todas as marcas comerciais terão o seu processo concluído até ao segundo trimestre de 2018.

No que diz respeito às marcas do segmento empresarial (business to business -B2B) o nome passará a ser Altice Business, adiantou Michel Combes, que, no entanto, não revela os valores do investimento de todo este processo.

Em Portugal, a transição será realizada de forma gradual. No final, equipamentos, lojas e edifícios, nomeadamente a sede em Picoas, Lisboa, terão mudado a sua marca.

De fora deste rebranding ficam todos os ativos de media do grupo e as marcas demasiado especializadas e com públicos-alvo muito específicos. Em Portugal, destaca-se o Sapo no primeiro caso e o Uzo e o Moche no segundo, que continuam assim a manter o seu nome, tal como o jornal português Público já tinha noticiado anteriormente.

Nos próximos dias, arranca uma campanha publicitária nos vários países onde o grupo está presente e durante o dia de hoje a marca vai estar em destaque nos ecrãs gigantes de Times Square.

Citado num comunicado, o presidente da PT, Paulo Neves, reforça ainda que "a Altice inicia hoje uma era de inequívoca aposta na construção de um operador global convergente e líder em telecomunicações, conteúdos, dados, media, entretenimento e publicidade".

Fundada em 2001 pelo empreendedor Patrick Drahi, a Altice é um grupo internacional de telecomunicações e multimédia, que está presente em 10 territórios, quatro continentes, nomeadamente nos mercados europeu e americano, com cerca de 50 milhões de clientes e receitas superiores a 24 mil milhões de euros em 2016.