Os CTT vão cessar a atividade da Phone-ix, a partir de janeiro, e os clientes tem três meses após o fecho do operador para requerer a portabilidade do número para outros prestadores de serviço móvel, anunciou hoje a Anacom.

Os CTT – Correios de Portugal informaram a Anacom [Autoridade Nacional de Comunicações] que vão cessar a atividade do operador móvel virtual Phone-ix a partir do dia 1 de janeiro de 2019 e que remeterão uma mensagem escrita a toda a sua base de clientes pré-pagos a informar sobre esta situação”, anunciou hoje o regulador.

De acordo com a Autoridade Nacional de Comunicações, os clientes dos CTT podem requerer, desde já e até três meses depois da data de cessação do serviço, “a portabilidade dos seus números para outros prestadores” de serviço móvel.

“Para garantir a continuidade do serviço telefónico móvel dos clientes Phone-ix, a Anacom alerta os outros prestadores que originam comunicações para aqueles números que devem assegurar o encaminhamento dessas comunicações”, acrescentou.

Adicionalmente, a Anacom notificou a entidade de referência da portabilidade, empresa que gere a base de dados dos números portados, da cessação para que esta “se substitua aos CTT nos processos de portabilidade dos números para outros prestadores” a partir de 01 de janeiro de 2019.