António Ferreira dos Santos foi designado para o cargo de inspetor-geral da Inspeção-Geral de Finanças (IGF), em substituição de Vítor Braz, anunciou esta quinta-feira o Ministério das Finanças.

A designação em regime de comissão de serviço por cinco anos teve por base o procedimento concursal nos termos previstos no Estatuto do Pessoal Dirigente e a fundamentação elaborada pelo respetivo júri”, lê-se num comunicado enviado pelo gabinete do ministro João Leão.

Licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Economia da Universidade Técnica de Lisboa, António Ferreira dos Santos ocupava o lugar de Secretário-Geral do Ministério da Economia e da Transição Digital desde fevereiro de 2020, sendo também desde esse ano Conselheiro do Conselho de Prevenção da Corrupção.

É quadro da Inspeção-Geral de Finanças desde 1987, tendo ocupado o cargo de subinspetor-geral da IGF, responsável pela área do Controlo Financeiro Público, entre 2015 e 2020. Foi também subdiretor-geral da Direção-Geral dos Serviços Prisionais entre 2001 e 2006.

Em 26 de novembro de 2019, um despacho das Finanças publicado em Diário da República referia que o inspetor-geral de Finanças, Vítor Braz, iria sair do cargo, a seu pedido, mantendo-se em funções em regime de gestão corrente até novo concurso de recrutamento.

No mesmo despacho era ainda referido que o ministro das Finanças tinha decidido não renovar as comissões de serviço dos dirigentes superiores de 2.º grau da Inspeção-Geral de Finanças (IGF) - Ana Paula Pereira Cosme Franco Barata Salgueiro, António Manuel Pinto Ferreira dos Santos, José António Prates Viegas Ribeiro e Maria Isabel da Silva Castelão Ferreira da Silva - , "registando, com agrado, o desempenho e os resultados alcançados" pela equipa de Vítor Braz.

/ HCL