As bolsas europeias seguiam esta quarta-feira negativas, com os investidores a mostrarem receios em relação à situação que de impasse que se vive na Zona Euro, depois da falta de acordo dos ministros, reunidos no Eurogrupo, para desbloquear a ajuda financeira a Atenas.

Nos primeiros minutos das negociações, o Eurostoxx 50, índice que representa as principais empresas da Zona Euro, seguia a negociar no vermelho, com uma queda de 0,40%.

A bolsa de Atenas caia 0,62%, Madrid 0,77%, Lisboa 0,47% e Milão 0,31%.

O PSI20 seguia a tendência europeia, e após duas sessões em alta, é a banca, a Galp Energia e a Portugal Telecom que mais penalizam o índice.

O BPI perde 2,62% para 0,78 € e BES perde 1,2% para 0,74 €. A Galp Energia desvaloriza 0,8% para 12,35 € e a Portugal Telecom 0,44% para 3,62 €.

A Jerónimo Martins também perde, outro peso-pesado do principal índice de Lisboa, 0,25% para 14,04 €.

A Mota-Engil também segue a desvalorização (1,32% para 1,35 €), no dia em que irá apresentar resultados dos primeiros nove meses do ano.

Wall Street fechou quase inalterado, depois do presidente da Fed ter alertado que a Reserva Federal norte-americana não poderá fazer face ao abismo orçamental, caso não haja acordo entre democratas e republicanos.

Os futuros indicam uma abertura de Wall Street vermelho.
Redação / JF