“Eles tiveram conhecimento há 18 meses destes resultados suspeitos. A única diferença é que nos Estados Unidos investigaram e encontraram a manipulação, mas aqui na Europa não aconteceu nada”, disse Greg Archer em entrevista à Euranet Plus. 

Redação