A Airbus regressou no primeiro trimestre aos lucros, ao alcançar 362 milhões de euros, o que contrasta com o prejuízo de 481 milhões de euros registado em idêntico período do ano anterior, indicou esta quinta-feira o grupo aeronáutico europeu.

A melhoria no desempenho financeiro da Airbus também pode ser visto no resultado operacional líquido alcançado, o qual quintuplicou (+485%), para 462 milhões de euros, face a igual trimestre do ano passado, refere a Aibus em comunicado.

O presidente executivo da Airbus, Guillaume Faury, realçou que “os bons resultados” no primeiro trimestre deste ano refletem principalmente o “bom desempenho” na entrega de aeronaves comerciais e a contenção de custos.

Além deste fatores, destacou também a saída de caixa, o andamento do plano de reestruturação e as contribuições positivas dos negócios de helicóptero, defesa e espaço, lê-se na nota divulgada.

O volume de negócios registou uma queda de 2% para 10.460 milhões de euros, explicada, sobretudo, pela redução de 4% da atividade de aeronaves comerciais para 7.272 milhões de euros.

A empresa atribuiu esta queda na faturação ao negócio em aeronaves comerciais principalmente devido à redução do volume de serviços.

O fabricante europeu entregou 125 aviões comerciais no primeiro trimestre deste ano, contra 122 no mesmo período do ano anterior, quando o impacto da pandemia de covid-19 paralisou a atividade aérea no mundo e as empresas começaram a suspender o recebimento de novos aviões nas suas frotas.

Em março deste ano, a empresa dava emprego a 127.814 pessoas, menos 3% que as 131.349 contabilizados no final do ano passado.

/ AG