A atividade económica e o consumo privado voltaram a diminuir em fevereiro, de acordo com os indicadores coincidentes divulgados esta sexta-feira, pelo Banco de Portugal.

No caso da atividade económica, o indicador voltou a diminuir, prolongando a tendência descendente registada desde setembro de 2017, para os 2,3% em fevereiro (2,4% em janeiro).

No consumo privado também diminuiu, e já pelo quinto mês consecutivo, para os 2,0% em fevereir (2,1% de janeiro).

Os indicadores coincidentes são indicadores compósitos que procuram captar a evolução subjacente da variação homóloga do respetivo agregado macroeconómico.