"A Associação Portuguesa de Bancos (APB) aguarda que o Governo e/ou o Banco de Portugal a contactem sobre a decisão tomada em relação ao Banif e seus contornos", lê-se na resposta escrita enviada pela entidade em resposta à solicitação da Lusa.