O Ministério Público (MP) está a investigar bancos por suspeitas de encobrirem clientes em crimes de branqueamento de capitais. Alguns bancários não estarão a comunicar às autoridades os valores em causa e a identificação das pessoas que realizam depósitos de elevados montantes em notas, noticia o Jornal de Notícias.

Segundo o jornal, o MP mandou abrir uma investigação a duas dependências bancárias do Grande Porto e de Braga quer terão aceite dinheiro de empresários chineses de Vila do Conde, sem respeitar a obrigação de comunicação.

Em causa estarão bancários, funcionários destes bancos que, ao que tudo indica, movidos pela ambição profissional de atingirem objetivos e de manterem clientes, terão contornado o dever de comunicação ao MP e à Unidade de Informação Financeira (UIF) da Polícia Judiciária (PJ).

 
/ ALM