Os empréstimos concedidos pelos bancos a particulares para a compra de casa baixaram em janeiro, para os 747 milhões de euros, interrompendo um ciclo de subidas iniciado em setembro, segundo dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal.

A descida dos empréstimos para compra de habitação tem sido habitual desde que o Banco de Portugal (BdP) disponibiliza estes dados (2002), mas ainda assim, trata-se do valor mais elevado registado em janeiro desde 2010.

Em julho entraram em vigor as novas regras do BdP que criam restrições à concessão de novos créditos à habitação e ao consumo, estabelecendo, por exemplo, que as famílias apenas podem gastar metade do seu rendimento com empréstimos bancários.