O Bank Millennium, com sede em Varsóvia, Polónia, e detido em 50,1% pelo Millennium BCP, lucrou 130,3 milhões de euros entre janeiro e setembro, superiores em 15,5% face ao período homólogo, anunciou em banco português em comunicado. O banco polaco beneficiou com a alienação de ações da Visa Europe, que anulou o impacto do novo imposto criado sobre o sector.

"Esta performance resultou, essencialmente, do resultado extraordinário relacionado com a alienação de ações da VISA Europe" registado no segundo trimestre de 2016, no montante de 64.7 milhões de euros, "que mais do que compensou o efeito combinado negativo do novo imposto sobre a banca e a contabilização de provisões adicionais", justifica a instituição liderada por Nuno Amado.

Em termos comparáveis, isto é, sem o impacto dos itens extraordinários referidos, os resultados consolidados nos primeiros nove meses seriam de seriam 118,3 milhões euros, o que representaria um aumento de 4,8% face ao mesmo período do ano anterior.