O euro subiu, esta quinta-feira, face ao dólar, aproximando-se da fasquia dos 1,14 dólares, no mesmo dia em que a maioria democrata toma posse no congresso norte-americano, dificultando a agenda política de Donald Trump.

Às 18:01 (hora de Lisboa), o euro seguia a 1,1397 dólares quando na quarta-feira, pelas 18:50, negociava a 1,1330 dólares.

O euro também subiu face à libra, mas recuou em comparação com o iene.

O Banco Central Europeu (BCE) fixou esta quinta-feira a taxa de câmbio de referência do euro em 1,1348 dólares.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, terá a partir desta quinta-feira a sua vida e agenda política mais dificultadas, já que a maioria na Câmara de Representantes do Congresso passa a ser do partido da oposição, o Partido Democrata.

As eleições intercalares de novembro passado ditaram que o Partido Republicano mantivesse (e até reforçasse) a maioria no Senado, mas perdesse o controlo da Câmara de Representantes para o Partido Democrata, colocando o Presidente dos EUA na situação de ter de negociar muitas importantes decisões políticas com os seus adversários.

A partir desta quinta-feira, quando o novo Congresso tomar posse, a vida política de Donald Trump fica claramente mais difícil, como já se percebe pelo braço-de-ferro que mantém há três semanas com o Partido Democrata, sobre o financiamento do governo, levando à sua paralisação.

Divisas..........hoje...............quarta-feira

Euro/dólar......1,1397....................1,1330

Euro/libra......0,90152..................0,89963

Euro/iene........123,04...................123,98

Dólar/iene.......107,95...................109,42

/ CE