O presidente da Prebuild, João Gama Leão, assegurou esta quinta-feira não ter qualquer empresa em ‘offshore’, “um bom sítio para gente menos séria”, apesar de confrontado pelo PSD com “fontes abertas” que mostram ligações a entidades parqueadas em Malta.

O empresário da Prebuild, que deve mais de 300 milhões de euros ao Novo Banco, foi ouvido na Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar às perdas registadas pelo Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução.

Durante o período de perguntas do PSD, em resposta ao deputado Hugo Carneiro, João Gama Leão assegurou que não tem nem teve “qualquer empresa com qualquer fonte de rendimento que não esteja devidamente declarada”, nem “em nenhum paraíso fiscal nem nenhuma fundação”, considerando que 'offshores' são “um bom sítio para gente menos séria”.

É curioso que diga isso. Eu vou-lhe dizer aqui alguns nomes a ver se me pode ajudar. Brikko holdings Limited diz-lhe alguma coisa?”, questionou Hugo Carneiro.

O empresário respondeu de imediato que nunca tinha ouvido falar deste nome, algo que o deputado do PSD considerou “muito difícil”, uma vez que “isto consta de ‘disclosure’ de informação sobre ‘offshores’, neste caso parqueados em Malta e em que o doutor João Manuel Gama Leão aparece como sócio da Brikko Holdings Limited”.

Eu volto a afirmar: não tenho qualquer empresa ‘offshore’. Se encontrar alguma ligação minha ou das minhas empresas ou ex-empresas com ligações a ‘offshore’ posso garantir que é absolutamente mentira”, reiterou Gama Leão.

Na perspetiva de Hugo Carneiro, trata-se da palavra do empresário “contra a informação que se encontra disponível em fontes abertas”.

É a minha palavra não, são factos. É um princípio que eu sempre tive. Portanto, se encontrar qualquer ligação à minha pessoa em alguma ‘offshore’ por favor diga-me que acabo de cometer um crime”, replicou.

O deputado do PSD confrontou o empresário com o nome de outra sociedade, a Legomix Holding Limited, que Gama Leão disse que também desconhecia.

Não tenho, nunca tive nem tenho ninguém da minha família nem da minha empregada nem do canário, ninguém, zero. Isso é uma afirmação clara”, respondeu perante a insistência do social-democrata sobre se tinha qualquer ligação a empresas ou entidades ligadas ou parqueadas em 'offshores', nomeadamente estas em Malta.

. / HCL