"A fábrica tem outras capacidades de produção, que estão subaproveitadas, mas isso é da responsabilidade da empresa, que foi esvaziando a capacidade produtiva da unidade", disse à Lusa Fernando Rodrigues, do Sintab.