Os espanhóis Bankia e CaixaBank estão a estudar uma possível fusão, segundo informação que publicaram hoje as duas entidades na página de Internet da Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV) de Madrid.

O CaixaBank avança que está em negociações com o Bankia “para analisar uma fusão entre ambas as entidades, sem que ainda se tenha chegado a acordo sobre esta matéria”.

Por seu lado o Bankia confirma contactos com o Caixabank “para analisar uma possível oportunidade de fusão entre as duas entidades”.

Segundo vários órgãos de comunicação social espanhóis, o terceiro (CaixaBank) e quarto (Bankia) bancos do país poderão avançar com a sua fusão para enfrentar as consequências que a crise provocada pela covid-19 terá no setor financeiro.

A fusão dos dois bancos daria origem a um grupo financeiro com ativos de 650 mil milhões de euros, mas que apenas estaria presentes em Espanha e Portugal – o CaixaBank é dono do português BPI.

De acordo com a imprensa espanhola a Fundação La Caixa (dona do CaixaBank) controlaria 30% do grupo resultante da fusão, enquanto o Estado reduziria a sua presença no Bankia.

/ BC