António Costa assegura que o processo de capitalização da Caixa Geral de Depósitos vai estar concluído ainda este mês. Um processo que se iniciou em janeiro e que hoje, segundo o primeiro-ministro, terá luz verde definitiva de Bruxelas.

"É um fato muito positivo que permitirá dotar a Caixa com o capital necessário para cumprir a sua função: estabilizador do sistema financeiro, banco de confiança das poupanças das famílias e instrumento ao serviço da economia", disse em Bruxelas o chefe de Estado.

Sobre os resultados - prejuízos recorde que o banco público vai apresentar hoje - Costa frisou que "não é o resultado de 2016 mas o fato de terem sido reconhecidas as imparidades que foi acumulando [sobretudo ao nível do malparado] e que, não estando reconhecidas como tal não relatavam a verdade sobre a situação financeira da Caixa", recordando que o reconhecimento das imparidades era um dos pressupostos para que a capitalização não fosse considerada ajuda de Estado.

/ ALM