(Notícia originalmente publicada a 19-11-2019 10:03)

Por imposição europeia quem tem só os sete canais de televisão gratuitos vai ter de mudar de frequência, por isso ficará sem televisão se nada fizer. O processo inicia-se a 27 de novembro e é muito fácil, como explicou a porta-voz da Anacom, Ilda Matos, na Economia 24.

Como sintonizar a nova frequência de TDT?

1 -  Use o comando da TV ou do descodificar TDT (Box)

2 - Vá ao Menu e com as setas escolha uma das opções: Configurar | Antena | Setup | Instalar | Ajuste do Canal | Procura de Canais | ou outra equivalente (consoante a marca da TV ou Box) 1 Use o comando da TV ou do descodificar TDT (Box)

3 - Siga as instruções que aparecem no ecrã

O processo será gradual. Primeiro abrangerá 135 mil residências e estabelecimentos comerciais das zonas potencialmente abrangidas pela alteração de frequência do emissor de Odivelas Centro: todo o concelho de Odivelas; as freguesias de Lumiar, Carnide e Santa Clara, em Lisboa; e Encosta do Sol, na Amadora.

Depois da alteração do emissor de Odivelas Centro, a 27 de novembro, o processo prosseguirá a nível nacional a partir do final de janeiro/início de fevereiro.

Quem tiver dúvidas ou precisar de informações sobre o processo de migração da rede de emissores da Televisão Digital Terrestre (TDT), designadamente sobre a alteração do emissor de Odivelas Centro, agendada para o próximo dia 27, poderá ligar para o 800 102 002, o número gratuito disponibilizado pela ANACOM para este efeito.

O número está disponível entre as 9:00 e as 22:00 todos os dias. No dia 27 de novembro, dia em que o emissor de Odivelas Centro passará do canal 56 para o canal 35, e no dia seguinte, funcionará até às 24:00, por ser expectável que mais pessoas contactem o call center, uma vez que quando o emissor for alterado quem apenas tem televisão gratuita ficará sem imagem no seu televisor. Para voltar a ver televisão normalmente basta fazer a sintonia automática, utilizando o comando da TV ou do descodificador TDT.

A porta-voz do regulador reforçou que ainda que não será preciso substituir ou reorientar as antenas, trocar a televisão ou o descodificador; e ninguém terá que subscrever serviços de televisão paga.

Deixe as suas dúvidas em economia24@tvi.pt